Thursday, July 12, 2012

Milan Fashion Week (pt.3)

Com aniversários e festivais de Verão e trabalho pontual isto tem sido complicado de acompanhar, mas não desisti. Venho completar a minha análise à Semana da Moda de Milão que foi es-tu-pen-da.


GUCCI SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR

Imaginem-se a ir para um retiro relaxante nos Hamptons, por tempo indeterminado. O que levar para vestir? A colecção Primavera/Verão 2013 da Gucci... inteirinha! É uma colecção muito descontraída mas com um classicismo vibrante, transmitido pelas cores fortes, tecidos leves, finos e vaporosos e ainda pela constante presença do branco e cru. São estes três pilares que tornam a colecção da Gucci tão apetecível. Existem suavemente espalhados pela linha alguns padrões florais, dos quais destaco apenas o bomber jacket da imagem central... chique mas com um toque edgy. A presença dos loafers tipicamente 'Guccianos' são também um forte elemento de sofisticação que confere aos looks uma elegância primaveril. Frida Giannini fez um óptimo trabalho, ainda que não seja o meu género de roupa de dia-a-dia. Como disse no início, eu iria assim para os Hamptons, que nem Chuck Bass (aqui e aqui).



MOSCHINO SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR

Moschino foi para mim uma surpresa muito agradável. A marca fica sempre para segundo plano e nunca há grande hype em torno das suas propostas, mas desta vez acho que o merece porque apresentou uma colecção muito diversificada e divertida. O desfile realizou-se num cenário de supermercado com os detergentes e produtos nas prateleiras, com claras referências a uma cultura de massas e de produção em série. Foram precisamente as cores fortes e imagens emblemáticas desse tipo de produtos que foi impressa na colecção. Bomber jackets e peças com padrões de produtos (ver mais imagens aqui), peças mais clássicas como cardigans, calças ou blazers em color block e ainda uma depuração visual com looks mais neutros, ao jogar com beige e cinza, riscas e pequenos apontamentos de cor, camisas e bow-ties. Quanto ao calçado também é delicioso, adoro os derby shoes coloridos ou os ténis que já vimos idênticos na colecção de Valentino e da Salvatore Ferragamo. (Um hit para o próximo Verão!) Se há algo que podemos concluir é que para a Moschino o cromatismo desta colecção é um verdadeiro statement.



MISSONI SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR

OH LORD! Missoni é uma paixão minha de longa data. Sempre gostei dos matizados em malha, que cria um certo padrão já emblemático da marca. E quando parece ser difícil reinventá-los eis que surge uma colecção destas. A versatilidade é imensa e eu imagino-me a vestir qualquer peça. Gosto bastante do look menta e do look azul com uns ténis lindíssimos, são muito urbanos e quase que dão a sensação de uma ilusão óptica. Quanto aos restantes looks dentro dos castanhos, cor de tijolo e beige, imaginei imediatamente o Grand Canyon no Arizona (ver aqui), o vídeo "I'm Not A Girl Not Yet A Woman" da Britney e o filme da Disney "Bernardo e Bianca na Cangurulândia". Há história naquelas roupas e é isso que gosto, quando as criações estimulam a minha imaginação. Estou rendido.



DSQUARED2 SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR
O Dean e o Dan da DSquared das duas, uma:  ou fazem coisas geniais ou então deixam-me a torcer o nariz. A colecção Primavera/Verão para o próximo ano é algo de épico. Adorei as silhuetas elegantes e esguias em looks onde domina o branco e preto. Surgem poucos apontamentos de cor e alguma ganga aqui e ali, mas os coordenados mostram um homem destemido, arrogante e a emanar estilo por todos os poros existentes. Gosto dos calções de fazenda, das calças cigarette, dos creepers, dos acessórios metálicos, das camisas sempre com detalhes e conjugadas com diferentes texturas nos colarinhos. Oh well, I'm speechless now...



EMPORIO ARMANI SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR
Os sapatos desta colecção da Emporio Armani são fenomenais. Quero-os todos! São tudo aquilo que desejo!!! Mas vamos lá ao que interessa... as propostas foram muito clean e acima de tudo sóbrias. As transparências considero-as o detalhe mais arrojado deste desfile que se pautou muito pelo comum (no sentido de simples, minimal) mas não previsível. Os looks são todos muito luminosos, com especial destaque para os fatos com calção, ideia que ainda se está a sedimentar. No que diz respeito aos tons, estão conjugados com muita harmonia e sem grandes contrastes. É uma colecção vestível e com cortes muito bonitos, quer seja nos casacos assertoados ou nas gabardines.



GIORGIO ARMANI SPRING/SUMMER 2013 MENSWEAR
Um homem forte e moderno deverá ter estado na base do pensamento do Mr. Armani para a criação desta colecção. A fluidez é transversal a todos os looks. Castanho, beige, caramelo, cinza, branco, preto, navy... são estas as cores dominantes numa colecção das mais frescas e neutras de todas as propostas de Milão. A singularidade da casa italiana permanece mas conquista sempre um espírito jovem e actual, o que não torna as colecções desinteressantes. Outro dos aspectos que reparei neste desfile e que não tem propriamente a ver com tendências, foi na escolha de modelos. Estamos a assistir a uma vaga de new faces no mundo da moda e apercebi-me disso quando vi lá no meio o Simon Nessman e depois questionei-me onde estariam todos os 'it' models. Realmente, temos visto o Clement Chabernaud, o Adrien Sahores e pouco mais porque de resto são tudo novos manequins. Gosto muito porque ver sempre os mesmos rostos também satura e deste modo dá ainda mais novidade às colecções.

1 comment:

Tiago Andrade said...

Adoro tudo, já tinha falado sobre isso também x)