Saturday, May 23, 2009

OMG!


Eu ia-me deitar agora mesmo mas entretanto vi isto. Como fui para o Cascais Shopping perdi este espectáculo televisivo! Oh meu Deus! Pelos vistos agora a Manuela Moura Guedes é atacada por toda a gente. E desta vez foi em directo na emissão de ontem do Jornal Nacional (22 de Maio).
António Marinho Pinto, bastonário da ordem dos advogados, afirmou:
"Tinha vergonha de fazer o que você faz como jornalista, eu nunca fiz isso! O que você faz aqui é violar todos os dias de forma sistemática o seu código deontológico, que duvido que o conheça! (...) E quem a põe aqui devia ter vergonha porque esta estação merecia uma jornalista com mais respeito pelas regras deontológicas do jornalismo."
OUCH! Esta até a mim doeu! Coitada da Manuela Moura Guedes, só por ter uma abordagem mais fria e agressiva nas entrevistas é atacada de todas as frentes! Ao despedir-se, Marinho Pinto remata que a jornalista deve ir continuar a ouvir sempre os mesmo 4 ou 5 que leva ao Jornal Nacional.
Bom, a minha professora de Sociologia da Comunicação iria adorar ver isto, pena que ela está em Chicago, ainda assim este foi um momento priceless. Viram a cara da Manuela Moura Guedes incrédula com a situação? Provavelmente nem queria acreditar que aquilo lhe estava a acontecer. Eu só sei uma coisa, é preciso um grande estofo e capacidade de controlo para ouvir o que ela ouviu sem sequer desmanchar a sua imagem. Enfim, mas são os riscos que se corre ao ser jornalista. E ainda mais, acho que o mau jornalismo exercido pela TVI não é de todo a Manuela Moura Guedes que o faz, até pelo contrário.
Fazendo o balanço do sucedido... deliciosamente escandaloso, han? Destas palhaçadas só em Portugal!

Update: Vejam o carnaval completo aqui.

4 comments:

Anonymous said...

Ohhh My GOD!

Estou ainda boquiaberta Z.

Beijo.

Little j.

Mariana said...

eu vi esta "entrevista", e realmente a manuela nao se desmanchou,soube lidar com a situaçao

Provocador said...

Discordo que a Nela tenha sabido lidar com a situação. Ela manteve a cordialidade no final,certo, mas no princípio nem por isso! Pensei que ela ia bater no senhor. É mal educada... e o facto de dizer "sôtor, sôtor, sôtor" só mostra essa educação! O mal é que não existe uma Ordem dos Advogados e o Sindicato é ridículo! Somos o único país do mundo onde para se ter uma profissão (jornalista) é preciso ser-se sindicalizado! Isto faz sentido algum??? E se eu não quiser entrar nesses valores comunistas dos sindicatos?

E agora eu até pareço um fulano de extrema-direita... Ena pah! lol. Au contraire...

E eu tb tive uma professora de Sociologia da Comunicação (se calhar foi a mesma que a tua, Z.) e ela ia passar uma semana a falar disto!!! eheheh

Pepa Xavier said...

O Marinho, apesar de não gostar mesmo nada dele, tem razão. Ela como jornalista não pode emitir opiniões, não é essa a função dela.